google-site-verification: google017bb71d9a9a4749.html

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Cineasta Arthur Penn

video

video

o cinema ficou mais pobre hoje com a morte de Arthur Penn 27/09/22 - 28/09/2010 quem não se lembra de "Bonnie and Clyde" 1967 ? se voce não viu corra e veja e nem pense em dizer que nunca tinha visto. diga que esta revendo. é uma obra prima baseada na vida dos assaltantes e assassinos do título do filme. O filme quebrou diversos tabus e foi um campeão de bilheteria e crítica, muito popular entre a geração jovem dos anos 60. influenciado pela nouvelle vague francesa, o filme é famoso tanto por sua montagem acelerada quanto por suas rápidas mudanças do tom da narrativa, passando rapidamente do humor para a violência mais exacerbada. o filme transformou Warren Beaty, que faz o papel principal, num dos mais ricos produtores de hollywood. na verdade milionário com a taxa de 40% sobre os lucros do filme que recebeu. isso não era a prache na época. o produtor recebia um salário. o filme lançou ao estrelato Faye Dunaway e Gene Hackman, deu o Oscar de melhor atriz coadjuvante a Estelle Parsons e o de melhor fotografia a Burnett Guffey entre as dez indicações que recebeu, cinco delas para atores (Beatty e Dunaway na categoria principal e Hackman, Parsons e Michael J. Pollard como coadjuvantes). Gene Wilder com seu tradicional aspecto nervoso teve uma pequena participação neste que foi seu primeiro filme. considerado na lista do American Film Institute o 27º entre os maiores 100 filmes de todos os tempos foi selecionada para preservação histórica. o Instituto coloca também a frase "Nós roubamos bancos" , em 41º na lista das melhores frases do cinema, como curiosidade a numero um é dita por Clark Gable para Vivien Leigh em "E o Vento Levou" "Sinceramente querida eu não dou a mínima". Arthur dirigiu entre outros "O Milagre de Anne   Sullivan" 1962, "Mickey One" 1965 com Warren Beaty e Elizabeth Taylor, "Caçada Humana" 1966 com Marlon Brando, "Deixe-nos Viver" 1969, "O Pequeno Grande Homem" 1970 com Dustin Hoffman e Faye Dunaway, eu vi todos esses aí. privilégio conhecer esse grande diretor. mas ainda tenho n´tida na minha memória a cena final do assassinato dos dois. é inesquecível. eu fiquei na dúvida se colocava o clip do final ou não. pelo sim pelo não optei pelo sim. como eu sei que todos voces viram o filme não estou estragando o prazer de ninguém não é não?  se não viram, o que eu du - vi - de - o - do vão ficar com mais vontade de ver. vale cada minuto.
,

Festival do 1 Minuto

essa letra de musica foi escrita por Stanislaw Ponte Preta ou Sérgio Porto 1923 - 1968, se preferirem. enquanto Jacinto de Thormes, colunista da época citava as mais bem vestida, Lalau preferia as mais bem despidas, daí lançou as certinhas do Lalau.Aizita Nascimento, Betty Faria, Brigitte Blair, Carmen Verônica, Eloina, Íris Bruzzi, Mara Rúbia, Miriam Pérsia, Norma Bengell, Rose Rondelli, Sônia Mamede e Virgínia Lane, entre outras. mas por que estou escrevendo sobre ele? ja explico. além de gostar do que ele escrevia hoje estava pensando com meus botões. se quero fazer um filme de um minuto tenho que ter um roteiro. aí do nada me veio a cabeça depois de longo e tenebroso inverno a letra do Samba do Crioulo Doido. criado originalmente para o epetáculo de revistas de Carlos Machado "Pussy, Pussy, Cats" no Night an Day, boate do produtor. o samba é uma homenagem aos compositores de sambas enredo das Escolas de Samba, que obrigados na época pelo Departamento de Turismo do Estado da Guanabara a desenvolverem temas ligados a história do Brasil produziam disparates sem fim. aí eu pensei, estamos vivendo um momento do Crioulo Doido concordam? então nada melhor que fazer um filme sobre esse momento.
Foi em Diamantina / Onde nasceu JK
Que a princesa Leopoldina / Arresolveu se casá
Mas Chica da Silva / Tinha outros pretendentes
E obrigou a princesa / A se casar com Tiradentes
Lá iá lá iá lá ia / O bode que deu vou te contar
Lá iá lá iá lá iá / O bode que deu vou te contar
Joaquim José / Que também é
Da Silva Xavier / Queria ser dono do mundo
E se elegeu Pedro II
Das estradas de Minas / Seguiu pra São Paulo
E falou com Anchieta / O vigário dos índios
Aliou-se a Dom Pedro / E acabou com a falseta
Da união deles dois / Ficou resolvida a questão
E foi proclamada a escravidão/ E foi proclamada a escravidão
Assim se conta essa história/ Que é dos dois a maior glória
Da.Leopoldina virou trem / E D.Pedro é uma estação também
O, ô , ô, ô, ô, ô / O trem tá atrasado ou já passou
O, ô , ô, ô, ô, ô / O trem tá atrasado ou já passou



video

Travando

meu blog esta travando e não consigo postar nada. nem videos nem fotos. a página do post aparece em branco. alguém pode me ajudar? grato

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O que é isso companheiro?

oi Junior claro que eu sei que se voce publicou a nota no su blog é por que tinha certeza do que estava falando. eu só não sabia que tinha copiado os dados do Ministério. estou muito indignado e perplexo com essa situação. estamos voltando aos tempos da ditadura? me solidarizo com todos os internautas que foram feitos de bobo e votaram para nada http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/804512-internautas-que-votaram-em-nosso-lar-se-revoltam-com-escolha-de-lula-para-oscar.shtml eles estão cobertos de razão e ainda são obrigados a ler as declarações do Sr. Roberto Farias Presidente da tal Academia de Cinema, mas um cabide de emprego nesse governo, que não foram politicas as decisões. que o "Lula" é mais famoso que qualquer ator brasileiro e que isso vai sensibilizar o juri da Academia de la. será? o que é isso companheiro. que País é esse? vamos falar sério. estamos falando de cinema. de qualidade cinematografica. e a voz do povo não é a voz de Deus? por que fingiram e colocaram os filmes em votação? vamos debater?

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Engano

gentes eu se me enganei? não é "Os 2 Filhos de Francisco" que vai concorrer ao Oscar. é o "Lula" então a votação estava certa. o publico indicou mesmo "Nosso Lar" , mas alguém no Ministério da Cultura (?) deve ter manipulado o resultado. Sergio voce só pode estar brincando. como voce pode pensar que num Ministério se manipula resultados? que dados pessoais de inimigos são divulgados a torto e a direito?  então não tem ministério quero dizer mistério nehum. então... então... entao... então o que? então nada.  esse realmente não é um País sério. nenhum ator brasileiro foi indicado para o Oscar. eu disse ator. a Fernanda foi. não ganhou mas foi indicada. mas agora o "Lula" é o indicado brasileiro. finalmente vamos ter um representante brasileiro concorrendo ao Oscar. deixa de ser bobo. é o filme "Lula, Filho do Brasil" que foi indicado. mas o "Lula" não é o ator principal do filme? não. claro que não. onde ja se viu um presidente ser ator de filmes? o Ronald Reagan foi. mas ele não era mais ator. a ta. entendi agora. mas espera aí. quando a estatueta for entregue o "Lula" não vai ser mais presidente. é verdade. então ele pode concorrer. mas ele não fez o filme. ouvi dizer que vão mudar o final. será que ele entra no final novo para concorrer? vai saber é um filme do filho do Barretão. tudo é possível. não é por nada não. eu nem vi esse filme mas pela terceira semana consecutiva, o filme “Nosso lar”, de Wagner de Assis, atraiu o maior número de espectadores no último fim de semana no Brasil. com 410.099 espectadores, a produção brasileira teve mais gente na plateia que o principal lançamento americano da semana, “Residente evil _ Recomeço”, com 387.232 espectadores. mas, em renda, o americano levou a melhor: pouco mais de R$ 5 milhões contra R$ 4,3 milhões do nacional.que coisa!!! por que um filme que tem mais expectadores tem receita menor? e o Roberto Farias que é Presidente da Academia Brasileira de Cinema, voces sabiam que tinha essa academia? eu não sabia, então ele  disse que  o filme com o "Lula" é o que tem mais chances de ser indicado. o filme concorre com outros noventa e cinco a uma das cinco vagas. já pensaram se não for indicado? nem quero ver a cara da Dilma. o que tem a Dilma com essa história? e não tem? não. então ta. outra vez os ministérios quero dizer os mistérios. (os dados são do site B)

Identifiquem-se por favor

eu ja escrevi que gostaria que todos que frequentam o blog, principalmente os que deixam recado que identificassem seus blogs. tenho feito muitas visitas de boa vizinhança e tenho deixado muitos recados. mas sempre deixo meu rastro para que se a pessoa se interessar possa me seguir. percebo vários comentários gentis que não consigo identificar a origem e portanto não posso retribuir a gentileza. pensem que estão lidando com um senhor de certa ou muita idade vai saber que tem muitas dificuldades com a tecnologia. por favor quando voltarem identifiquem-se. estamos combinados? grato abraço.

Mistérios do Oscar

video
video
li no blog http://navveguei.blogspot.com/  que por sua vez viu no site do Ministério da Cultura que dois filmes estavam muito cotados para representar o Brasil no Oscar. surpreendentemente os dois ligados a Chico Xavier. o primeiro uma biografia do médium "Chico Xavier" de Daniel Filho com elenco global e o outro "Nosso Lar" de Wagner Assis tem elenco menos estelar. não vi nenhum dos dois. não acredito em vida após a morte mas tenho muito respeito pelo espiritismo que estudei e frequentei durante muito tempo. mas o que aconteceu com os dois filmes que estavam tão bem cotados? por que perderam para "Os Dois Filhos de Francisco" 2005 de Breno Silveira? não vi o filme não quero ver mas não tenho raiva de quem viu. cada um sabe de si não é não? se tem tempo para perder que perca. eu não tenho. mas o mistério fica por conta dessa reviravolta. aí Junior voce tem certeza que leu certo? confirma essa informação amigo.

Grande dama do cinema Bette Davis

video


video
video
é impossível assistir "Com Maldade na Alma" 1964, que revi ontem  sem pensar em "O Que Terá Acontecido a Baby Jane" 1962 dirigidos pelo excelente e um dos meus diretores prediletos Roberth Aldrich. claro que os dois contam no elenco com a diva Bete Davis 1908 - 1989. a Sra Davis da show nos dois filmes. mas tem uma coisa que sempre me intrigou. toda vez que vejo anunciado um filme com ela eu fico louco para vê-la açoitando as outras atrizes, torturando, sei la até matando. por que será? mas a coitada sempre é a vítima. isso acontece nesses dois filmes e em "A Malvada" 1950 do Mankiewcs onde, a aparentemente boazinha, Anne Baxter 1923 - 1985, é que é a malvada do título. por que Sra Davies ganhou a fama de má? por que os diretore durante o filme inteiro nos fazem acreditar que ela é que é a vilã? o que terá acontecido com Bette Davis para ser tratada assim? mistérios...rsrsrsrsr

Filmes Épicos

video

segundo o Aurélio, que antigamente chamavam de o pai dos burros, a palavra épico sigmifica: adj. Que descreve em versos os feitos heróicos: os poemas épicos de Homero. / Próprio da epopéia: estilo épico. / Extraordinário, memorável: proeza épica. esse é o significado da palavra. mas um filme épico deveria ter esse título por algo mais que uma fantasia carnavalesca representando romanos,  gregos ou troianos. concordam comigo? deveria existir uma diferença entre filmes épicos e filmes de época. voces não acham? mesmo assim não é qualquer máscara ou capa jogada em cima de um ator que deveria ser chamado filme de época. eu cresci com hollywwood e depois com  os italianos me dizendo como era naqueles tempos d´antanho. como se vestiam e se comportavam. quando cresci e estudei a história da arte entendi que não era bem assim como eles mostravam nos filmes. que o buraco era bem mais embaixo. são muitos os filmes de época , bem realizados, mas eu destaco "A Época da Inocência" 1993 do Martin Scorcese, é lindo ver a reconstituição da Nova York  do fim do século de XIX com suas ruas cheias de barro e esgoto a céu aberto. (isso sem falar numa Michelle Pfeiffer deslumbrante que já valeria o ingresso) tanto os filmes épicos italianos quanto os made in hollywood não são fiéis. os figurinos são idealizados de acordo com o gosto pessoal do diretor de arte e do diretor  do filme. isso quando não tem a colher da mulher, da tia e da avó do produtor. para mim filme épico é "E o Vento Levou" 1939 de Victor Flemming, "Doutor Zhivago" 1965 de David Lean "Passagem para a Índia" 1984 também do David Lean um grande mestre dos filmes épicos. para mim, eu estou dizendo para mim, filme épico deve ter pelo menos três horas de duração,  ter alguns ingredientes como romance, intrigas, aventura, e devem fazer o espectador rir e chorar copiosamente rsrsrsrs. devem ser grandiosos como a vida.

Os Olhos da Bette Davis

video

o Cine Cabaré apresenta "Os Olhos da Bette Davis" cante junto em homenagem ao belo par de olhos dessa grande atriz


Bette Davis Eyes Kim Carnes
Bette Davis Eyes

(Donna Weiss/Jackie DeShannon)

Her hair is Harlow gold,
Her lips sweet surprise
Her hands are never cold,
She's got Bette Davis eyes
She'll turn her music on you,
You won't have to think twice
She's pure as New York snow,
She got Bette Davis eyes

And she'll tease you,
She'll unease you
All the better just to please you
She's precocious and she knows just
What it takes to make a pro blush
She got Greta Garbo stand off sighs,
She's got Bette Davis eyes

She'll let you take her home,
It whets her appetite
She'll lay you on her throne,
She got Bette Davis eyes
She'll take a tumble on you,
Roll you like you were dice
Until you come out blue,
She's got Bette Davis eyes

She'll expose you, when she snows you
Off your feet with the crumbs she throws you
She's ferocious and she knows just
What it takes to make a pro blush
All the boys think she's a spy,
She's got Bette Davis eyes

And she'll tease you,
She'll unease you
All the better just to please you
She's precocious, and she knows just
What it takes to make a pro blush
All the boys think she's a spy,
She's got Bette Davis eyes...

http://www.vagalume.com.br/kim-carnes/bette-davis-eyes.html#ixzz10nqTPQL2

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Filmes Inesquecíveis na Rádio

aí pessoal breve, talvez na próxima semana mesmo estarei estreando meu programa na Rádio Mad Mix. http://www.madmix.com.br/ entre grandes sucessos do passado estarei tocando musicas de filmes. trilhas de filmes inesquecíveis. é só pedir.certo?

Astros Jonnhy Depp e Brad Pitt

video

video

considerado o homem mais sexy do mundo. símbolo sexual e etcs e tals Johnny nunca se furtou em fazer papéis, bem como dizer? vamos dizer assim esquisitos. ele nunca, pelo menos aparentemente, deu bola para o star system. mas eu não conheço ele pessoalmente. só posso falar pelo que ele passa nas telas e na vida pessoal que é jogada na nossa cara pela imprensa. eu não me interesso pela vida particular dos atores e atrizes. nunca peguei numa revista de fofocas. o que me interessa é o trabalho deles nas telas. e o Johnny é dos meus preferidos. ele e o Brad Pitt. os dois são versáteis. desempenham com brilhantismo tudo o que se propõe a fazer. então sou fan. vejo tudo o que consigo dos dois. e depois os dois são muito bonitos. dois colírios.merecem estar aqui na páginae sei que vão voltar.

Filme "Estranho Acidente"







Joseph Losey 1909 - 1984, é na minha opinião um dos mais injustiçados diretores do cinema. junto com Sidney Lummet de quem falarei breve. nasceu no Wisconsin fez alguns filmes nos EUA mas na década de 50 foi obrigado a exilar-se na Inglaterra perseguido pelo McCartismo. a caça as bruxas comunistas. foi lá que realizou suas obras primas. tive o privilégio de assistir a quase todos os filmes do mestre dessa fase. começando pelo explendido "O Criado" 1963, passando por "Estranho Acidente" 1967. que revi hoje. vi Modesty Blaise, com Monica Vitti, Terence Stamp, 1966, uma sátira ao bondianismo, desta vez colocando, como a heroína, uma mulher, e movido por chave irônica em linguagem de história em quadrinhos. com o casal Burton reviveria Tennessee Williams em Boom (O homem que veio de longe), que se passa nos interiores do elizabetano palazzo onde tudo é ostentação. vieram a seguir: Cerimônia secreta (Secret cerimony, 1968), No limiar da liberdade (Figures in a landscape, 1970), O mensageiro (The gobetween, 71, Palma de Ouro em Cannes), O assassinato de Trotsky, 1973), Casa de bonecas (A doll's house), com Jane Fonda, baseado em Henrik Ibsen, Galileo (74), A inglesa romântica (The romantic englishwoman, 74), Cidadão Klein (76), Don Giovanni.
eu reveria todos. são excelentes lembranças. baixei uns no Torrent mas como já disse ñ sei lidar com esse sistema. dixei de molho e vou ver o que acontece. enfim hoje revi "O Estranho Acidente" se não tivesse o charme e talento do Dirk Bogard e Stanley Baker. a beleza de Jacqueline Sassard e a diva Delphine Seyrig, a presença de um belo e jovial Michael York o filme valeria pela cena onde os atores conversam em off. quero dizer; a imagem deles esta na tela mas as vozes ficam em off. é genial. tudo no filme é perfeito. do começo ao fim. recomendo sem restrições. vejam e depois comentem aqui. certo?

Filme "A Viagem do Capitão Tornado"




por volta das 10hs da manhã assei batatinhas, um litro de coca cola e uma caixa de chocolates. para que? para finalmente assistir "A Viagem do Capitão Tornado" 1990, do Ettore Scolla, legendado. faz tempo que tenho cópia do filme mas sem legenda. embora tenha morado na Itália, na Cidade do Vaticano, já não penso mais em italiano e por isso ficava dificil ver o filme. vi assim mesmo diversas vezes pela beleza da imagem. das locações. dos cenários, dos figurinos. pela beleza de Ornella Mutti, Emanuelle Beart, Tosca D´Aquino o charme do Vincent Perez novinho, lindinho, timidinho, impagavel mas o que mais me chamava a atenção era o talento do mais italiano dos atores. Massimo Troisi. que beleza é ve-lo interpretando o Pulcinella. que delicadeza. que poesia. chorei mais uma vez. sendo que agora entendendo tudo. eu antes chorava pensando no que esse ator maravilhos poderia ter feito se não fosse traído pelo coração. claro que todo mundo assitiu a obra prima que é "O Carteiro e o Poeta" 1994, Michael Radford.  mas voltando enfim consegui colar uma legenda no filme. a primeira coisa que pensei foi compartilhar com voces http://www.megaupload.com/?d=3G7JLZ12. então enviei para o Megaupload. mas fui dormir e a conexão caiu e perdi o link. hoje de manha recuperei o que acho que é o link da postagem que fiz mas não tenho certez. por favor me dem reorno se conseguirem baixareu fiz o meu melhor mas voces sabem que  não tenho muita intimidade com a net não é não? se por acaso não der certo voces podem pegar o filme no blog http://laranjapsicodelica.blogspot.com/2010/05/viagem-do-capitao-tornado-1990.html e as legendas voce encontra http://www.all4divx.com/subtitles/A+Viagem+Do+Capit%C3%A3o+Tornado/Brazilian/1 
eu espero sinceramente que de certo por que realmente vale ver esse filme. tentei encontrar traillers e fotos mas encontrei  pouco material mas vejam o filme que é muito melhor. ainda pretendo ver esse filme umas tantas vezes. acho que nunca vou me cansar de ver eese hino de amor ao teatro.

Fiilme Repulsion

video


vi "Repulsion" ontem. terror psicológico é como chamam o gênero. o filme faz parte de uma trilogia chamada trilogia do apartamento pelo próprio Polanski. não vou dizer que me arrependi de ter visto o filme mas devo dizer que em muitos momentos me deu vontade de levantar e ir dormir. Catherine esta linda, deslumbrante. competente. aliás a palavra para o filme talvez seja essa: competente. a impressão que me ficou é a de um jovem cineasta querendo mostrar para a critica como ele é inteligente, moderninho e entende da alma humana.não gosto do título em português "Repulsa ao Sexo" "Repulsion" é mais legal. mas enganoso. já no ínicio do filme quando aparece uma foto da familia com a personagem principal numa postura catatônica eu já devia ter fechado o projetor e ter ido dormir. ou mudar o filme. insisti. volto a repetir. não me arrependi. mas poderia ter ido dormir sem essa. não é assim que se diz?

domingo, 26 de setembro de 2010

Filmes Inesquecíveis


video






cada dia que passa eu me lembro de mais filmes que eu adoraria rever "Um Gosto de Mel"  1961, "O Ente Querido" 1965 de Tony Richardson,   "O Homem do Prego" 1964 de Sidney Lummet, "O Criado" 1961, "Cerimônia Secreta" 1968, "O Mensageiro" 1970 "O Assassinatode Trotski" 1972 de Joseph Losey, fui fazer uma pesquisa no site http://melhoresfilmes.com.br/diretores/busca/E e fiquei triste. quantos diretores eu adoraria rever. isso por que perdi a coragem e nem quis ver os atores e atrizes. mesmo que eu continuasse vendo a média de dois filmes por dia seria impossível ver tudo o que gostaria. se conseguir ver alguns já me dou por satisfeito. como diz o título os filmes são inesquecíveis e vão ficar guardados na minha memória., pelo menos enquanto ela permanecer intacta. depois? não me interessa muito o que vai acontecer depois. o que conta é o agora. eu só sinto ter passado tanto tempo longe dos filmes. certo que ocupei bem trabalhando com teatro. tive meu grupo adulto, grupo infanto juvenil e até teatro com mensagens ecológicas. hoje vou assistir "Repulsa ao Sexo" 1965 mas e "A Faca na Água" 1962, "Armadilha do Destino" 1965 do Polanski faz pouco tem vi "A Dança dos Vampíros" 1967 e "O Bebe de Rosemary" 1968 do mesmo diretor. e o Roberth Altman? "Voar é com os Pássaros" 1970, "Quando os Homens são Homens" 1971, nem quero mais falar dele. "Thieves like Us" 1974 me recuso a colocar o título em portugues "Renegados até a Última Rajada" pode? não pode não. acho que o tradutor estava drogado na hora que foi dar título para o filme. e o Aldrich? Belocchio? e quantos mais? nem quero ver mais rsrsrsrsrs. fico nervoso só de ver os nomes de todos os diretores que fizeram a história do cinema. vamos fazer assim? quando eu conseguir um filme que eu gosto eu assisto e depois comento o que achei? esta bom assim? e vou adorar que voces me mandem sugestões e de preferencia os links para eu conseguir os filmes. combinado? então fica assim. já ia esquecendo, e tem os filmes novos que eu tembém quero ver

Uma Noite com Vincent Price

video



passava das 23hs quando não sei se para me punir ou redimir resolvi assistir "Uma Noite com Edgard Allan Poe" 1972, grata surpresa para quem gosta de filmes de horror sem serras elétricas e mãos com espetos de churrasquinhos  como eu. gosto dos filmes de horror como prefere chamar o Christopher Lee. enfim o filme em questão tem no seu elenco Vincente Price e... pasmem... mais ninguém. como assim? assim mesmo. só ele no elenco? e não fica chato? em nenhum momento. o cara é fera. em cada episódio da uma aula de interpretação. claro que é necessário entender sua época, seu estilo exagerado. mas é delicioso. Vincent Leonard Price Jr. 27/05/1911 a 25/10/1993 junto com Boris Karloff, Bela Lugosi, Peter Lorre, Peter Cushing e posteriormente o grande Christopher Lee encheram de pânico as telas. eu me lembro eu era garoto e minha mão foi ver o primeiro "Drácula" do Chris. passou noites sem dormir e as cortinas de voil dos quartos foram retiradas. fiquei com aquela lembrança e assim que pude fui ver os filmes do Christopher e em seguida de todos os outros vampiros disponíveis, que diga-se de passagem são muitos. alguns são perda absoluta de tempo mas tem uns que valhem uma noite sem dormir, rsrsrsrs. adoro filmes trash. Roger Corman, os da Hammer, Dario Argento, Sam Raimi etc. peço desculpas mas minha memória não anda lá essas coisas. talvez até por isso mesmo tenha resolvido fazer esse blog para exercita-la. eu tentei fazer uns clips com os trechos q separei dos filmes mas meu Pinacle não ajudou. assim que encontrar um editor de vídeos mais eficiente eu prometo postar aqui mas já que estou falando de Dráculas de vampiros deliciem-se com esses clips que encontrei.

Pérolas

video


primeiro eu queria pedir encarecidamente que quando fizerem comentários que se identifiquem. como dizem as crianças e adolescentes que eu trabalho aqui na comunidade eu sou da idade da pedra ou anterior ao dilúvio então queridos tenho dificuldades com as tecnologias. combinados? vão dixar seus links para que eu possa retribuir as simpáticas visitas?
em segundo apesa de todas as minhas dificuldades tecnológicas tenho encontrado pérolas na net. filme que eu nunca imaginava conseguir ver novamente como o "Faraó" 1966 do Jerzy Kawalerowicz que mal frequentou o circuito comercial na sua época. "Madre Joana dos Anjos" 1961 do mesmo diretor. "If"  1968 do Lindsay Anderson e por último "Os Guardas Chuvas do Amor"  1957 de Jacque Démmy, o filme mais delicado que eu já vi com uma Catherine Deneuve no explendor dos seus 17 aninhos. seria tão bom se a net fosse só alegrias. que não a usassem para fins outros. criminosos. mas eu ainda espero pela era de Aquarius.

sábado, 25 de setembro de 2010

Os Últimos Dias de Pompéia





como prometi assisti Os Últimos Dias de Pompéia 1959. antes assei umas batatinhas e um franguinho e peguei um litro de coca cola por que eu não sabia o que me esperava e pelo menos não ia ficar triste e com fome se o filme não fosse bom. devo dizer também que quando morei na Cidade do Vaticano eu tirei um dia para conhecer Pompéia. não sei se voces sabem mas  Pompeia é como um museu a céu aberto. tem que ficar na fila e comprar ingresso. os portões abrem duas vezes por dia e tem numero certo de visitantes. mas é uma experiência inesquecivel. bem, e o  filme? já de cara eu li nos créditos iniciais que o grande Sergio Leone participou do roteiro e foi o diretor da segunda unidade do filme.na verdade, segundo li por aí, oficialmente este é o primeiro filme dirigido por ele. nos créditos tem o nome de outro diretor que nem vale mencionar.  bons presságios e a certeza que eu não estava tão enganado assim. ainda li o nome de Fernando Rey no elenco. vamos ao filme. foi quase insuportável assistir até o fim. não vou falar do roteiro por que não existe. é uma bobageira só. os cenários são pavorosos e os figurinos nunca vi pior. o elenco esta péssimo e em nenhum momento sente-se a presença da mão vigoros do Leone de Era Uma Vez no Oeste. uma pena. então não sobra nada do filme. bem para mim sobra o Steve Reeves com seu fisico impecável que inspirou grandes fisiculturistas como o próprio Schwarzenegger, Lou Ferrigno entre outros, e seu belos olhos azuis. eu nem lembrava que o Steve tinha olhos tão azuis. o ator que até se salva no filme vai continuar no meu Panteon.

Eu não sou critico de cinema

em primeiro lugar quero agradecer a todas as palavras de incentivo e carinho que tenho recebido dos leitores. obrigado,  obrigado, obrigado. quero deixar bem claro que não sou  critico de cinema. sou um mero amante da sétima arte que estava adormecido. despertei com força total e estou vendo e/ou revendo  praticamente um filme por dia. quero ficar em forma para escrever este blog como um presente para voces que estão me acompanhando. não esperem encontrar comentários inteligentes aqui. o que vão encontrar são comentários emocionados. o que me move é a  emoção não é a  razão. vejo e comento os filmes como expectador apaixonado, não com distanciamento. não tenho gênero preferido, nem filme, nem diretor. não tenho um,. tenho muitos. gosto do que considero bom. eu comecei a ver filmes na TV com minha mãe, sentado num sofá na sala. minha mãe quase sempre chorava vendo os filmes. de alegria ou de tristeza. eu chorava junto. acho que eu nem sabia por que estava chorando mas se ela chorava era para eu chorar também não é não? concordam comigo.  quando adolescente conheci o Cine Paissandu e passei a frequentar outro tipo de cinema. de filmes. filmes cabeça. são inesquecíveis para mim as sessões doPaissandu. comecei a fumar e beber influenciado pela "nouvelle vague". todo mundo nos filmes bebia e fumava Galoise. eu tinha que beber e fumar também concordam comigo? quando cheguei em Paris a primeira vez a primeira coisa que fiz foi comprar um maço de Galoise. gostaria muito de transformar esse humilde blog num forum de discussão de filmes. que cada um dissesse sem medo qual seu filme preferido. não importa qual seja. que gênero seja. eu não estou aqui para julgar o gosto de ninguém. apesar de achar que gosto se discute sim. mas não é o caso aqui. aqui é um forum livre onde cada um expõe suas preferências cinematográficas. certo? vamos discutir? grato
fui checar minha primeira postagem e vi que foi no dia 18/09/2010 sou um bebe nos blogs. então se voce tiver alguma dica ou sugestão por favor fique bem à vontade de me passar. certo? grato mais uma vez

Revendo para o Blog

para escrever o blog com mais coerência e competência estou revendo muitos filmes. li no Gerenciando o Blog do simpático Adelson Smania que tem que se conhecer bem sobre o assunto que falamos para ter sucesso no blog. eu estou adorando fazer o blog mas não posso escrever de memória não é? essa semana vou me dedicar aos filmes da estrela Liz taylor. consegui encontrar muitos dos filmes dela no site http://cinnemaclassico.blogspot.com/ mas eu tinha interesse de ver outros como por exemplo Cerimonia Secreta 1968 do explêndido Joseph Losey. o Losey é um dos meus diretores prediletos e eu adoraria rever também Eva 1962 O Criado 1963, O Acidente 1967, O Mensageiro 1970, O Assassinato de Trotski 1072, e tudo o que for possível encontrar se puderem me ajudar ficarei grato. vou ver hoje Os Últimos Dias de Pompéia 1960 com o Steve Reeves. por que? porque não? eu fui fan de carteirinha do Steve Reeves e dos seus filmes épicos realizados na Itália. eu sempre fui apaixonado pelos gregos e romanos. pela mitologia, pelos heróis e esse tipo de filme naquela época era a maneira mais prática de ter contato com esse universo. claro que hoje eu sei que era uma visão fantasiosa da época. uma visão falsificada mas o que importava? não vou falar nada agora. assim que rever o filme e digo o que achei na revisão. combinado?

Brando

video


Marlon Brando Jr. nasceu em Omaha, 03/04/1924 considerado um dos maiores atores de língua inglesa de todos os tempos, adepto do estilo realista de interpretação conhecido como Método Stanislavski. claro que eu nem preciso dizer que Brando é meu ator predileto. aliás é fora de concurso. eu vivi muito a era Brando quando ele influenciou toda uma geração, inclusive de atores como James Dean e o ator/cantor Elvis Presley com seu estilo rebelde mostrado no filme "O Selvagem" 1953. em 1976, Brando declarou já ter tido experiências homossexuais com vários homens, e que não ligava para o que as pessoas pensavam. bravo. bravissimo. Brando começou a chamar atenção atuando na peça de Tennessee Williams, Um Bonde Chamado Desejo. a peça foi filmada, mas acabou tendo seu lançamento atrasado, o que levou que figurasse como seu primeiro trabalho em cinema o filme, de 1950, Espíritos Indômitos . esta produção contava a história de um veterano da Segunda Guerra Mundial ferido em combate angustiado por estar preso a uma cadeira de rodas. em Um Bonde Chamado Desejo - cujo filme recebeu no Brasil o nome de Uma Rua Chamada Pecado - dirigido por Elia Kazan e com a presença da atriz Vivien Leigh no papel de Blanche DuBois, Brando fazia o papel de Stanley Kowalski, um desocupado e explorador da esposa. tornou-se um símbolo sexual ao aparecer em fotos como o personagem, sempre de camiseta que lhe realçava seus músculos. a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angeles premiou o filme nas categorias de melhor atriz, Vivien Leigh, melhor ator coajuvante, Karl Malden e melhor atriz coadjuvante para Kim Hunter. Brando também foi indicado ao Oscar, mas mesmo sendo o franco favorito não ganhou. Brando seria indicado mais três vezes em cada ano posterior em Viva Zapata! em 1952, Júlio César , 1953, no papel de Marco Antônio, e Sindicato de Ladrões em 1954.ganhou 2 Oscars sendo que um, pelo Poderoso Chefão 1973 ele não foi receber. mandou uma índia no seu lugar fazer um discurso em seu nome, protestando contra a forma como os EUA e Hollywood discriminavam os nativos americanos. Brando foi único. ator dos pés a cabeça. preocupado com cada detalhe do personagem. muitos atores virão mas nenhum como ele. morreu aos 80 anos, em Los Angeles dia 01/07/2004 vítima de complicações pulmonares, e deixou instruções detalhadas sobre seu funeral. seu corpo foi cremado numa cerimônia reservada à família.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Garbo

video


Greta Lovisa Gustafson nasceu em Estocolmo em 18/09/1905. lendo sua biografia descobri que Garbo não gostava do seu nome, que nem respondia quando a chamavam assim. então, em sinal de grande respeito a grande dama do cinema não a chamarei assim aqui. será sempre Garbo. Garbo nunca ganhou um Oscar. por que? porque não era boa atriz. era maravilhosa. ela enfeitiçava os expectadores. a sua celebridade seria conquistada nos EUA onde trabalhou no cinema mudo que transpôs para o cinema sonoro sem quaisquer problemas devido à sua voz profunda e sensual. o seu ar andrógino e frio criou o mito. As suas paixões foram um mistério e passou a sua longa vida sem nunca casar. os papéis no grande ecrã são hoje, muitos deles, filmes de culto como "Amor", 1927, "A Mulher Divina" e "A Dama Misteriosa", 1928, "O Beijo", 1929, "Romance", 1930 "Inspiração", "Mata Hari", 1932, "A Rainha Cristina", 1934, "Ana Karenina", 1935, "Camille", (para os críticos o seu melhor filme) e ainda "Margarida Gautier", 1936, "Maria Walewska" (1937) "Ninotchka", 1939 e "A Mulher de duas caras", 1940 último filme em que entrou. deixou de aparecer em 1947. em 1955 recebeu o Óscar da Academia pelo conjunto da sua carreira. Saiu de cena no auge da fama tendo conquistado um lugar único na 7ª Arte. dela disseram: Bette Davis (1908-1989), atriz: "Seu instinto, seu domínio sobre a máquina, era pura feitiçaria. Não posso analisar a interpretação dessa mulher. Sei apenas que ninguém trabalhou com tanta perfeição frente à câmera." Marlene Dietrich (1901-1992), atriz e cantora: "Invejo Garbo. O mistério é o maior charme de uma mulher. Gostaria de poder ser tão misteriosa quanto ela. Não quero que as pessoas saibam tudo sobre mim! Garbo nunca dá entrevistas. Adoraria fazer o mesmo." Garbo é a única atriz que só representa na tela". dizer mais o que?

Rudolph


video


Valentino nasceu Rodolfo Alfonso Raffaello Piero Filiberto Guglielmi, nome de príncipe não é não? em Castellaneta, Itália em 0505/1895. foi o primeiro símbolo sexual masculino. o protótipo do amante latino. o Sheick. Valentino fez muitos filmes, nenhum que valaha mencionar. vi uns poucos, muito chatos, quase insuportáveis. Valentino migrou pára Nova York onde fez muitos "bicos". com seu talento de dançarino conseguiu muitos clientes, sehoras e senhores mais velhos, que lhe permitiam certos luxos, mas isso não nos interessa. ele era muito sedutor mas teve sua sexulaidade questionada diversas vezes. dizem as más linguas que seus inúmeros casamentos eram de fachada e que ele na realidade era homossexual e que teve casos com diversos homens, inclusive alguns atores. o que me interessa é que ele foi um grande mito. em 15 de agosto de 1926, Valentino teve um colapso, no Hotel Ambassador, em Nova Iorque. foi hospitalizado na Policlínica de Nova Iorque e submeteu-se a uma cirurgia referente a uma úlcera perfurada. a cirurgia foi bem sucedida e ele pareceu se recuperar. Infelizmente, abateu-se-lhe uma peritonite, que se propagou por todo o corpo. morreu oito dias mais tarde. mais de 100.000 pessoas foram às ruas de Nova Iorque para oferecer as suas condolências. o evento em si era um drama próprio: a atriz Pola Negri desmoronou de histeria sob o caixão e janelas foram despedaçadas pelas fãs. revelou-se mais tarde como um conluio de planejamento de publicidade. a missa fúnebre de Valentino em Nova Iorque ocorreu na igreja católica romana de "Malachy de Saint", chamada frequentemente de “capela do ator”, porque fica situada na rua do oeste 49th no distrito do teatro de Broadway, e tem uma associação longa com figuras do show business. depois que o corpo de Valentino foi levado por trem através do país, um segundo funeral se deu na costa oeste, na igreja católica do bom pastor em Beverly Hills. June Mathis, seu grande amigo, ofereceu sua cripta para que Valentino fosse enterrado, pois seria uma solução provisória. entretanto, Mathis morreu no ano seguinte e Valentino foi colocado na cripta adjacente. os dois ainda estão enterrados lado a lado no cemitério de Hollywood. durante anos, em todos os aniversários de sua morte, uma mulher de negro colocou rosas em seu túmulo. Descobriu-se em 1945 que ela era Marion Brenda, que Valentino conhecera numa festa pouco antes de morrer. ela afirmava ter se casado com ele, o que nunca foi comprovado.

Marylin

video


o que faz de uma simples mortal uma Diva? uma Deusa? um Monstro Sagrado? por que Marylin foi uma grande estrela? das maiores que o cinema já viu. bonita e gostosa a moça tinha talento. e muito. vi muitos filmes dela e ela sempre se superando. ela nasceu Norma Jean Baker em 1/06/1926. dos 30 filmes que ela fez eu vi 14. "O Segredo das Jóias" A Malvada 1950 - Almas Desesperadas, O Inventor da Mocidade, Páginas da Vida, Almas Desesperadas 1953 - Torrentes de Paixão, Os Homens Preferem as Louras, Como Agarrar um Milionário 1952 - O Rio das Almas Perdidas, Mundo da Fantasia,1954, O Pecado Mora ao lado, 1955 - Nunca Fui Santa 1956- O Príncipe Encantado 1957 - Quanto Mais Quente Melhor 1959 - Adorável Pecadora 1960 - Os Desajustados 1961 deixou um filme inacabado Something's Got to Give. Marylin apareceu morta na sua casa no dia 05/08/1962. nunca foi dada uma versão oficial sobre o que realmente aconteceu. fala-se em overdose de medicamentos para dormir e se manter acordda. o que se sabe é que os amigos íntimos da estrela que tentaram investigar as causas da morte foram ameaçados. todos falam em morte prematura. será? como diz Caligula numa cena da peça de mesmo nome de Camus "Melhor ver Drusila morta que ver Drusila velha" eu concordo. Marylin cumpriu sua missão. foi um cometa que brilhou intensamente e se apagou linda, jovem e loura. descanse em paz.

Os Belos do Cinema


video

As Belas do cinema

video

Distribuidoras


eu não sei como é hoje. mas acredito que não seja muito diferente não. quando eu fazia a programação da meia noite do Cine Pax Ipanema as distribuidoras não tinham possibilidade de comprar um filme que tinham interesse. eram obrigados a comprar pacotes. tipo se alguma queria comprar um "Titanic" da vida era obrigado a comprar um pacote com mais nove porcarias. só que eventualmente, no meio dessas porcarias vinham obras primas mas que não eram bilheteria. filmes que iam ser destruídos sem ser exibidos. por que eu não sei se voces sabem, se não sabem eu vou informar agora, que depois de um tempo, acho que cinco anos, os filmes e todo material de divulgação são incinerados. voces acreditam nisso? as distribuidoras não dão nenhum cartaz dos filmes. cópias então nem se fala. mas incineram os filmes sem dó nem piedade. voces podem imaginar a minha indignação e desolação quando soube disso. mas são coisas do mercado.

Filmes na TV

caros leitores. eu vou me permitir aqui falar sobre a TV também. afinal é uma arte visual muito presente na vida de todos no mundo todo. concordam comigo? quando eu era bem garoto, mas já influenciado pela minha mãe que amava cinema, eu vi na TV muitos filmes bons. ótimos." No Tempo das Diligências" 1939 e "Como era Verde o meu Vale" 1941 os dois do John Ford. mas vi muitos mais. até o Hitchcock frequentava as telinhas. lembro até de uma série que ele apresentava. "Hitchcock Apresenta" ou algo assim. produzido pela CBS Televisãovi  "Aconteceu Naquela Noite" 1934 de Frank Capra com Claudette Colbert e Clark Gable, o segundo maior canastrão da história do cinema. era o  meu predileto. vi pelo menos uma dúzia de vezes. por que também tinha isso. os filmes eram repetidos até a exaustão. repetiam até as emissoras comprarem lotes novos. uma comédia deliciosa. uma jovem mimada resolve fugir de casa após seu pai não concordar que ela se case com um playboy. é quando ela encontra um charmoso jornalista que acaba lhe passando algumas lições de vida. Vencedor de cinco Oscars: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator (Clark Gable), Melhor Atriz (Claudette Colbert) e Melhor Roteiro Adaptado. eu tenho a lembrança que no começo os filmes tinham legendas e tempos depois passaram a ser dublados. mas não tenho certeza. se alguém, com melhor memória que eu, souber de algo diferente que me corrija por favor.com o passar dos tempos os filmes exibidos pelas emissoras foram piorando de qualidade até chegarmos nos dias de hoje que, com rarissímas exceções, os filmes são da pior qualidade. filmes chamados de ação que se restringem a banhos de sangue nas telas. eu sinceramente não lembro de nos últimos tempos ter visto anunciado algum filme que valesse a pena assistir com aqueles intervalos sem vergonha que acabam fazendo que voce até se esqueça do que esta vendo, tive TV paga por muito tempo mas os grandes filmes passam longe também. preferem as grandes bilheterias. assim o grande publico fica sem escolha. não tendo possibilidade de fazer contato com os grandes gênios do cinema. enfim assim é a TV.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Casablanca

video


o mais perigoso dos homens na mais perigosa das cidades, onde um beijo pode ser o último. Casablanca não é isso. Casablanca é Casablanca. eu sempre achei o Humphrey o maior canastrão do cinema. mas mesmo para ser o maior canastrão tem que ter talento. ele tem talento. talento para canastrão mas tem. ela, a Ingrid, é linda. as chamadas do filme sempre falam de amor impossível. impossível por que? por que ela é casada? por que esta envolvida na luta dele? a luta é dele não é dela. final surpreendente?  verdade. muito surpreendente mesmo. o que vocês acham?

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Filmes Inesquecíveis

quando vejo um filme baseado nos gregos, nas tragédias gregas, fico pensando o que eles, os autores, diriam vendo seus textos adaptados nas telas. bobagem não é? mas fazer o que? ontem mesmo, revendo "As Troianas" 1971 um show de interpretação de quatro grandes atrizes; Katherine Hepburn (Hécuba), Vanessa Redgraves (Andromaca), Genevieve Bujold (Cassandra) e Irene Papas no papel da primeira Helena morena que eu tenho notícia. pensei nisso. quantos efeitos cênicos são agregados aumentando ainda mais a força dos textos. gostaria de rever "Electra"1962, "Iphigenia" 1977, de Michael Cacoyannis para ver se ainda me causam impacto. provavelmente sim mas não foram lançados e DVD e não encontrei na net. tenho "Èdipo Rei", 1957 "Medea" 1969 de Pier Paolo Pasolini. continuam tão intactos quanto os textos que reportam. o interessante em todos esses filmes é que, embora sejam fiéis aos textos originais são cinema da melhor qualidade. sempre achei complicado a transferência para as telas de grandes obras literárias, outra grande exceção é "O Estrangeiro" 1967 de Camus extraordinariamente adaptado e dirigido por Luchino Visconti. fimado página por página. Visconti ainda fez outras adapatações geniais mas foram adaptações livres. sem compromisso total com os originais."Ossessione" 1953 baseado no livro The Postman Always Rings Twice, de James M. Cain, "Noites Brancas" 1957 baseado num conto de Fiódor Dostoiévski. "O Leopardo" 1963 baseado no romance homônimo de Giuseppe Tomasi di Lampedusa. !Morte em Veneza" 1971 baseado no livro homónimo de Thomas Mann. "O Inocente" 1976 último filme do gênio baseado na obra de Gabriele D´Annunzio. mas eu não ia falar das adptações do teatro grego? não tem importância acabei me empolgando com as adptações e falei do expecional Visconti. todos os filmes listados são da melhor qualidade. são inesquecíveis e deixam marcas na nossa alma. eu vi tudo do Visconti aconselho a todos a fazer o mesmo. olha que eu não falei de "Vagas Estrelas da Ursa Maior" 1965 com uma Claudia Cardinale e um Jean Sorel deslumbrantes. e de "Violência e Paixão" 1974. gentes o que é o Burt Lancaster no filme? o que é aquilo? um Monstro Sagrado. e a bela Silvana Mangano (uma das atrizes prediletas do grande diretor) e ainda tem o Helmut Berger que não deixa a peteca cair.

As 50 Maiores Lendas do Cinema

em 1999, o American Film Institute enterrou de vez o star system publicando essa lista das lendas. a "golden era" do cinema. outras estrelas apareceram sim Dominique Sanda, Isabele Adjani, Johny Depp, Brad Pitti, Angelina Jolie, quais são suas estrelas? mas o glamour já se perdera. mas o que eu quero falar é de um tempo onde astros e estrelas do cinema eram chamados de "Monstros Sagrados". voce nunca ouviu esse termo? como assim? e se diz cinéfilo? voce nunca viu nenhum filme com pelo menos cinco dessas pessoas denominadas aqui? desses Deuses do Olimpo? o que esta esperando? corra para a locadora mais próxima. percorra a internet e busqe os filmes desses ídolos do passado. entenda esse momento do cinema. atores, atrizes e diretores que não tiveram vida própria. foram marionetes nas mãos dos grandes estúdios. eu não tiraria nenhum dos nomes citados, talvez colocasse outros. pelo que sei foram 250 indicados. não sei se a ordem é baseada no numero de votos que cada um deles teve dos jurados. eu colocaria o Marlon e a Liz Taylor no primeiro lugar. mas não fui eu quem fez a lista. aliás nunca fiz e nem pretendo fazer lista de melhoras de nada. são tantos que acho injustiça citar uns em detrimento de outros, gosto de muitos filmes. ja tive uns prediletos como "Viver a Vida" Godard e Rocco e seus Irmão" Visconti. continuo gostando desses filmes mas outros se juntaram a essa lista e nem teria espaço para citar todos. então melhor ir falando de filme por filme sem dar-lhes nenhum atributo especial. filmes inesquecíveis será o título da matéria. falei?

Sras.1.Katharine Hepburn (1907–2003, estado-unidense)
2.Bette Davis (1908–1989, estado-unidense)
3.Audrey Hepburn (1929–1993, belga)
4.Ingrid Bergman (1915–1982, sueca)
5.Greta Garbo (1905–1990, sueca)
6.Marilyn Monroe (1926–1962, estado-unidense)
7.Elizabeth Taylor (1932, inglesa)
8.Judy Garland (1922–1969, estado-unidense)
9.Marlene Dietrich (1901–1992, alemã)
10.Joan Crawford (1905–1977, estado-unidense)
11.Barbara Stanwyck (1907–1990, estado-unidense)
12.Claudette Colbert (1903–1996, francesa)
13.Grace Kelly (1929–1982, estado-unidense)
14.Ginger Rogers (1911–1995, estado-unidense)
15.Mae West (1893–1980, estado-unidense)
16.Vivien Leigh (1913–1967, inglesa)
17.Lillian Gish (1893–1993, estado-unidense)
18.Shirley Temple (1928, estado-unidense)
19.Rita Hayworth (1918–1987, estado-unidense)
20.Lauren Bacall (1924, estado-unidense)
21.Sophia Loren (1934, italiana)
22.Jean Harlow (1911–1937, estado-unidense)
23.Carole Lombard (1908–1942, estado-unidense)
24.Mary Pickford (1892–1979, canadense)
25.Ava Gardner (1922–1990, estado-unidense)


Srs.
1.Humphrey Bogart (1899–1957, estado-unidense)
2.Cary Grant (1904–1986, inglês)
3.James Stewart (1908–1997, estado-unidense)
4.Marlon Brando (1924–2004, estado-unidense)
5.Fred Astaire (1899–1987, estado-unidense)
6.Henry Fonda (1905–1982, estado-unidense)
7.Clark Gable (1901–1960, estado-unidense)
8.James Cagney (1899–1986, estado-unidense)
9.Spencer Tracy (1900–1967, estado-unidense)
10.Charles Chaplin (1889–1977, inglês)
11.Gary Cooper (1901–1961, inglês)
12.Gregory Peck (1916–2003, estado-unidense)
13.John Wayne (1907–1977, estado-unidense)
14.Laurence Olivier (1907–1989, inglês)
15.Gene Kelly (1912–1996, estado-unidense)
16.Orson Welles (1915–1985, estado-unidense)
17.Kirk Douglas (1916, estado-unidense)
18.James Dean (1931–1955, estado-unidense)
19.Burt Lancaster (1913–1993, estado-unidense)
20.Irmãos Marx (entre 1887 e 1901 – entre 1961 e 1979, estado-unidenses)
21.Buster Keaton (1895–1966, estado-unidense)
22.Sidney Poitier (1927, bahamiano/estado-unidense)
23.Robert Mitchum (1917–1997, estado-unidense)
24.Edward G. Robinson (1893–1973, romeno)
25.William Holden (1918–1981, estado-unidense)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Madre Joana e Kawalerowsky

caro Dan aí vai o link para voce pegar o "Madre Joana" espero sinceramente que voce goste e faça algum omentário aqui no blog depois de assistir. se gostar procure por "Faraó" do mesmo diretor. também é um filme inesquecível eu vi na minha adolescência e revi agora. http://laranjapsicodelica.blogspot.com/2010/05/madre-joana-dos-anjos-1961.html

Filmes Inesquecíveis

estava eu zanzando na net. sem que nem porque e derepente vejo que o filme "Madre Joana dos Anjos" 1961 do Jerzy Kawalerovsky foi lançado em DVD no Brasil. já não era sem tempo. o filme é uma pequena grande obra prima. só a interpretação magistral de Lucyna Winnicka como a madre do título já vale uma espiada. em preto e branco o filme tem todo um clima gótico que prende a atenção do espectador do principio ao fim. quem se diz amante da sétima arte tem obrigação de ver. assado no século XVII, o filme conta a história de freiras possuídas pelo demônio. um dos primeiros filmes a tocar no tema do exorcismo, o filme é um clássico do cinema europeu, ganhando o Prêmio de Júri no Festival de Cannes de 1961.a respeito de Madre Joana dos Anjos, o crítico francês Jacques Siclier afirmou o seguinte, no número 121 da prestigiosa revista Cahiers du Cinéma: “Kawalerowicz atacou em Madre Joana dos Anjos as manifestações concretas de uma noção abstrata. se não fossem os hábitos religiosos (tão estilizados, que não passam de uma idéia de uniforme), as personagens poderiam ser as vítimas de uma outra ideologia (o fascismo por exemplo) e o resultado seria o mesmo. o fanatismo e o dogmatismo tomaram outros aspectos nos nossos dias (...). Kawalerowicz é o contrário de um homem limitado. Se seu filme adota uma conclusão pessimista (ninguém chega a uma conclusão positiva, a não ser o pároco de aldeia, que se mantém fora das discussões e cultiva o seu trigo), é porque Kawalerowicz é obcecado, como todos os cineastas e intelectuais poloneses, pela destruição do indivíduo encarcerado pelas ideologias modernas.” falou e disse tudo

Caros leitores

Fabricio obrigado por conseguir "Darling" vou rever com carinho. voce viu? gostou? e o documentário dos "Dzi" o que achou? eu gosto do Antonio Banderas de "Ata-me" até de "Entrevista com o Vampiro" mas o Banderas americanizado me da pena. o Woody foi genial até que se separou da Mia para ficar com a filha. o que é isso companheiro? o Johny eu amo de paixão. é o mais bonito e o melhor ator do cinema atual. em tudo o que faz quem viu o !Ed Wood" sabe o que estou dizendo. acho a Angelina linda mas nunca vi nada significativo dela. vou tentar fazer um filme de 1 minuto. não é facil, mas vou tentar uma vez que as inscrições são o ano todo. se conseguirem leiam as matérias sobre a Dina debaixo para cima por que são meio continuação. grato

Dina e eu





na foto eu e Dina no camarim de "Avenida Paulista"
fizemos outros trabalhos juntos mas sem grandes conflitos até que em "Avenida Paulista" tivemos novo desentendimento grande. ela tinha uma roupa que ja era de continuidade. isto é, ela ja tinha gravado a parte final da cena que era externa e ia gravar a interna no estudio anterior. mas ela sismou que queria trocar por algo mais leve. a roupa que ela usaria seria de camurça. ela fazia o papel de uma grande empresária em quem, o personagem Antonio Fagundes que ja vinha de um golpe dado em Ribeirão Preto, ia aplicar outro. eu disse que não tinha a menor condição de ela trocar o figurino. dessa vez ela apelou feio. vestiu a roupa que eu mandei e foi ensaiar. foi o pior ensaio que eu ja vi na minha vida. tanto que o Avancini, que dirigia o seriado mandou para e perguntou para ela o que estava acontecendo. a bela não teve duvidas: "é o figurino, Serginho me desculpa voce é ótimo mas essa roupa é muito pesada para essa cena. o Avancini me perguntou o por que eu tinha insistido e eu respondi que era roupa de continuidade. o Avancini então mandou para o ensaio e disse para a Dina trocar pela roupa que ela queria. eu quase voei no pescoço do Avancini. me desautorizar na frente de toda equipe. mas quem não pode obedece. mandei as camareiras trocarem. nem fui no camarim por que corria o risco de eu esbofetear a sem vergonha. ela voltou delumbrante e fez o melhor ensaio da carreira dela. quando terminou o Avancini do alto do seu poder decretou: "cinco minutos para o café. Dina volta no camarim e coloca a roupa que o Sergio mandou. aqui, nos figurinos, quem manda é ele. se o Avancini não fosse tão feio eu beijava a boca dele. mas eu e a dina continuamos amigos até a morte precoce dela. eu nunca tinha ido num velório de estrelas, mas fui no dela. a bela me marcou para sempre.

A sence